ENSCER

Login
Entrar em Contato
Ver Meus Contatos

Artigos EINA - Neurociências

Memória

As informações sobre as seqüências de cenas visuais e auditivas dos eventos que presenciamos são organizadas nas chamadas memórias executivas ou de trabalho, localizadas no córtex frontal. No hemisfério esquerdo, a memória executiva se encarrega de guardar as relações temporais entre as cenas identificadas nas áreas parietais. Já o lobo frontal direito se encarrega que guardar as relações epaciais entre elas.

Finalmente, associamos todas essas informações sensoriais com as ações que decidimos tomar e memorizamos esses episódios em nossa memória retrospectiva (veja A Noção de Tempo). Essa síntese dos eventos sensoriais e das ações a eles relacionados, que definem nossos episódios de vida, são registrados por neurônios do hipocampo e áreas vizinhas (Figura 1).


Figura 1

Dessa maneira, vivenciamos, por exemplo, os episódios de uma festa de aniversário e guardamos os eventos mais interessantes ou que nos foram mais agradáveis ou desagradáveis.

O relembrar desse aniversário envolve um processo inverso. A partir dos neurônios do córtex frontal, relacionados com a memória executiva, começamos um levantamento das informações acionando o hipocampo para estruturar os eventos a serem relembrados.

A seguir, utilizamos essas informações para promover uma ativação reversa dos sistemas parietais que remontam as cenas desses episódios e que por sua vez estimulam agora os neurônios das áreas occipitais primárias para que possamos imaginar ou relembrar o episódio em seus detalhes (Figura 2).


Figura 2

:: ENSCER - Ensinando o Cérebro :: 2019 ::